loading

Limpeza de pele, qual o tempo ideal entre uma e outra?


Com o estilo de vida moderno e agendas cada vez mais lotadas, não sobra muito tempo para proporcionar aquele cuidado que a sua pele merece. Felizmente, o mundo da dermatologia já pode contar com a famosa limpeza de pele — o método específico para eliminar as impurezas acumuladas e devolver vitalidade à cútis.

Ao contrário do que se imagina, essa técnica é muito utilizada não somente pelas mulheres, como, também, pelo público masculino. E, por conta dessa grande procura, existem muitas dúvidas entre os pacientes, principalmente, no que diz respeito ao intervalo entre uma limpeza e outra.

Pensando nisso, criamos esse post com todas as informações para acabar de vez com os questionamentos e mostrar os benefícios desse procedimento. Confira!

O que é a limpeza de pele?

Bastante conhecida, a limpeza de pele é, basicamente, um procedimento estético capaz de eliminar os temidos cravos e demais impurezas acumuladas na pele. Inclusive, o método serve para remover o milium, que são cistos causados pela alta concentração de óleo nos poros.

Esse tratamento é indicado para homens e mulheres que desejam manter a pele limpa e saudável por mais tempo. Ao longo do processo, também é possível retirar as células mortas e manter o rosto mais macio e com aspecto rejuvenescido.

Não se preocupe: todos os tipos de pele podem passar por esse procedimento — seja ela seca, oleosa, mista ou normal. Há, ainda, a possibilidade de aplicar esse método em outras áreas do corpo além do rosto, tais como as costas e o colo.

Como o procedimento é feito?

Ao longo da sessão, o dermatologista segue algumas etapas já definidas. Veja abaixo as principais fases:

  • Higienização: a pele é limpa com loções capazes de desengordurar a região, remover a maquiagem ou qualquer tipo de cosmético;
  • Esfoliação: são aplicados produtos com ação abrasiva, ideais para afinar a camada mais superficial e facilitar a retirada dos cravos e outras impurezas;
  • Extração: em seguida, a pele entra em contato com um vapor de ozônio, componente ideal para abrir os poros e auxiliar na drenagem;
  • Aplicação de máscaras: nesta etapa, é escolhida uma máscara facial para finalizar o tratamento. O mais comum é utilizar máscaras com efeito calmante e também ozônio e laser de baixa potência.
  • Protetor solar: por último, o dermatologista aplica o filtro solar sobre a pele. O produto pode ser usado em forma de gel ou loção para não causar a obstrução dos poros.

Onde fazer

Apesar de parecer simples, a limpeza de pele é um procedimento que requer cuidado. Quando feita da maneira errada, essa técnica pode causar alergias, irritações, inflamações e deixar marcas na face.

A dica é fazer esse procedimento com profissionais capacitados, como é o caso do dermatologista e sua equipe. Somente um médico habilitado possui o conhecimento sobre a fisiologia da pele e poderá avaliar de forma correta qual será o melhor método para cada paciente.

O especialista é quem domina as técnicas de extração e sabe exatamente o que evitar para não causar lesões ou manchas decorrentes de certos produtos. Escolhendo o profissional certo, você evita qualquer problema futuro e aumenta as chances de um resultado satisfatório.

De quanto em quanto tempo você deve investir no procedimento?

A periodicidade da limpeza de pele é algo muito particular. Tudo dependerá do tipo de pele e da regeneração da cútis de cada paciente.

Quem tem a pele mais seca pode repetir esse procedimento em um intervalo de dois meses. Por outro lado, aqueles que apresentam a face mais oleosa, e com maior presença de cravos e espinhas, devem investir nessa técnica uma vez por mês. De qualquer modo, o ideal é agendar uma consulta com um dermatologista para que ele passe as orientações adequadas a cada perfil.

Durante a consulta, vale pedir informações quanto aos cuidados que devem ser mantidos no intervalo entre cada sessão. Recomenda-se a aplicação de produtos tópicos com propriedades calmantes e cicatrizantes, uso diário do filtro solar e evitar a exposição ao sol nas primeiras 48 horas.

Quais as vantagens dessa técnica?

Como vimos, a limpeza de pele oferece inúmeros benefícios, e, dentre eles, se destacam:

  • Possibilidade de remover células mortas;
  • Mais higiene para a cútis;
  • Eliminação de cravos;
  • Desobstrução dos poros; reequilíbrio do PH;
  • Melhora da respiração da pele;
  • Controle da acne;
  • Diminuição da oleosidade;
  • Desintoxicação do rosto, deixando a região mais saudável e revigorada.

O que não falta são razões para investir em uma limpeza de pele: o seu rosto agradecerá! Gostou da ideia e quer experimentar o procedimento? Entre em contato conosco e agende uma consulta com um de nossos dermatologistas!

Blog

limpeza de pelesaúde da pele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *