Tatuagem Inflamada, Saiba como se Prevenir

Tatuagem Inflamada

Você já ouviu falar da Tatuagem Inflamada? Sabe como ocorre?

Com a popularização das tatuagens, que acontece mais fortemente a cada ano que passa, muitos podem pensar que fazer uma tatuagem não é algo tão arriscado, dado que todos estão fazendo. Ledo engano: injetar uma agulha carregada de tinta pode introduzir corpos estranhos no seu organismo, gerando uma inflamação.

Obviamente, existe um conjunto de procedimentos que podem ser tomados para a prevenção da tatuagens inflamadas. Mas, os procedimentos envolvem tanto os cuidados do profissional que realiza a arte quanto os cuidados e precauções tomados pelo tatuado durante o período de cicatrização da nova tatuagem.

Neste guia, você vai aprender a identificar uma inflamação na sua tatuagem através dos sintomas mais comuns. Além disso, vale dizer que ao perceber qualquer sintoma você deve buscar por ajuda médica imediatamente para que a complicação não se desenvolva.

Sintomas da Inflamação

O sinal mais comum que pode surgir em uma tatuagem infectada é uma espécie de erupção cutânea acompanhada de uma vermelhidão na pele.

Nem toda inflamação pode ser grave. Por vezes, a pele fica irritada por conta da agulha – isso ocorre muito com pessoas que têm a pele sensível. Mas, este nível de inflamação costuma desaparecer após alguns dias. De qualquer forma, se estiver com dor seguida de inchaço e sensação de calor profundo local você deve buscar por ajuda médica.

Os sintomas que descrevem a presença de uma Tatuagem Inflamada e que devem te colocar em alerta incluem ondas de frio/calor, febre, tremor, inchaço na região, pus, lesões e elevação do tecido da epiderme.

É muito comum que as pessoas confundam alguns sinais normais, como leve dor, vermelhidão e até mesmo um inchaço com inflamações. Certamente, o mais recomendado é procurar por um diagnóstico médico quando a dúvida surge, dado que, se for, vale a pena remediar o quanto antes.

A inflamação também pode surgir em tatuagens temporárias (as chamadas tatuagens de henna). Ainda que mais raro, algumas pessoas podem ter alergia a alguns corantes utilizados nessas tatuagens. Os sintomas incluem coceira, dor, vermelhidão, inchaço, descoloração da pele e bolhas.

Qual é o tratamento para tatuagem inflamada?

Um médico vai diagnosticar e recomendar o melhor tratamento de acordo com a natureza e gravidade da inflamação. No geral, são utilizados medicamentos antibacterianos, antialérgicos, higienização e curativos adequados. Mas, tudo vai depender exclusivamente da causa. Dado que existem diversos tipos de vírus e bactérias que podem gerar uma inflamação.

Nos casos mais graves, os tratamentos com antibióticos podem durar algumas semanas e até meses. E em casos gravíssimos, pode ocorrer a necessidade de se fazer uma cirurgia de reparação. Isso é recomendado principalmente no caso de necrose (morte do tecido por infecção).

Mas não entre em pânico, a maior parte das inflamações são fáceis de tratar – e até mesmo prevenir. Boa parte delas podem ser curadas e tratadas com a medicação de uma semana de tratamento.

Como prevenir uma Tatuagem Inflamada?

 tatuagem inflamada

Em primeiro lugar, o que se deve fazer para a prevenção é evitar com que ocorram erros na hora de se fazer a tatuagem. Por conta disso, é sempre bom escolher um bom profissional, que respeite todas as condições de higiene, esterilização e demais critérios de vigilância sanitária que evitam uma inflamação ou infecção na hora do procedimento. Certamente essa etapa também  é necessária  para que uma possível remoção de tatuagem não seja necessária!

Também é importante você investigar se você é alérgico a alguma substância presente na tinta da tatuagem. Existem pessoas que apresentam alergia a tinta de tatuagem, mais particularmente por conta de algumas substâncias. Portanto, é sempre bom questionar o profissional sobre quais as substâncias presentes na tinta em questão.

A alergia a tinta de tatuagens ocorre com mais frequência com tintas coloridas devido às substâncias utilizadas como corante nelas. Em casos mais raros, pode ocorrer com tinta preta. Para identificar se é o caso, consulte o seu dermatologista.

Vale destacar que…

Outro passo importante é verificar se todos os instrumentos utilizados no procedimento foram devidamente esterilizados pelo profissional para deixá-los livres de vírus, bactérias e fungos. Muitas pessoas podem ter vergonha de perguntar como é feita a esterilização dos instrumentos. Mas, nessa hora, você deve deixar a vergonha para lá. É a sua saúde que está em jogo.

Em seguida, escolha um estúdio que foi inspecionado por alguma agência estatal de vigilância sanitária. Também é válido optar por estúdios mais respeitados e com reputação, ainda que possam ser mais caros. Lembre-se que uma tatuagem é uma marca que você levará para o resto da vida e vale a pena investir nisso.

Para além dos cuidados devidos no procedimento, existem os cuidados que você deve tomar durante o período de cicatrização. É nesse ponto que ocorrem os maiores casos de inflamação, dado que muitas pessoas negligenciam os cuidados básicos, seja por desinformação ou seja por desleixo. Tais cuidados serão fornecidos pelo profissional que realizou o procedimento.

Todo cuidado é necessário!

Vale pensar que uma tatuagem nada mais é do que uma ferida na sua pele. O corpo tende a cicatrizar ativando o seu sistema imunológico. Um sistema imunológico forte pode prevenir inflamações e acelerar o processo. Você consegue fortalecer o seu sistema imunológico tomando um bom multivitamínico (desses vendidos em farmácias). Se alimentando adequadamente (incluindo todos os tipos de legumes, verduras e fontes de fibras na sua dieta) e praticando exercícios físicos.

Por conta de uma tatuagem ser uma ferida aberta, você deve evitar entrar em contato com ambientes com alta probabilidade de infecções. Nesse caso, piscinas públicas, saunas, banheiras e outros ambientes compartilhados, por exemplo, não são recomendados. Mas, esse tipo de precaução vale apenas durante o período de cicatrização.

Ainda que o tatuador te passe um guia de todos os cuidados que você deve tomar durante o período de cicatrização, você pode ficar com dúvidas. Nesse caso, vale a pena questionar o seu tatuar para esclarecer todos os pontos. Você também pode visitar o seu dermatologista para consultar qual é o melhor protocolo de cuidados que você deve tomar.

Também sugerimos evitar o uso de produtos de hidratação e outros tipos de produtos cuja natureza não é voltada para uma pele tatuada. Hoje já existem produtos específicos para serem utilizados em peles tatuadas. Ou seja, opte por eles.

Concluímos que tatuagens inflamadas são relativamente simples de se curar, dependendo da gravidade. Vale ressaltar que você deve procurar por um médico assim que surgirem os primeiros sintomas da inflamação.

Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *