Rugas de expressão

As rugas de expressão podem ser tratadas. Saiba como!

 

Rugas de expressão: como tratar?

As rugas de expressão dão um aspecto envelhecido ao nosso rosto, mas elas fazem parte da vida.

O que isso quer dizer?

Que ao tratar as rugas não podemos apagar as expressões faciais da pessoa, tirar dela sua naturalidade.

Ter um bom profissional para realizar o tratamento com toxina botulínica, a mais indicada para amenizar as rugas, é fundamental para não paralisar as expressões faciais e deixar o rosto artificial.

Resultados naturais

A beleza da toxina é fazê-la em pontos estratégicos e na quantidade certa, para não paralisar totalmente, apenas para diminuir um pouco a contração do músculo que às vezes trabalha demais e acaba deixando a pele marcada.

Isso pode resultar em uma aparência de bravo, de triste, de preocupado, o que é possível tratar com a toxina.

O movimento dos músculos é diferente em cada pessoa, por isso o tratamento deve ser totalmente individualizado, para que o resultado seja natural.

Rugas de expressão podem virar rugas estáticas

A ruga de expressão, se não tratada, vai virar uma ruga estática, que é quando a pele fica marcada.

Por isso o ideal é prevenir que a pele fique marcada.

Isso é possível com aplicações em quantidades bem pequenas da toxina já a partir dos 30 anos de idade, para amenizar os movimentos e evitar que a pele fique marcada.

A duração da toxina varia. Em pessoas que praticam esportes, se tem o metabolismo muito acelerado, a toxina vai durar menos, então as aplicações devem ser feitas a cada 4 meses. Se o metabolismo for um pouco mais lento, a cada 6 meses.

Por todos esses detalhes o tratamento deve ser individualizado, planejado para cada pessoa. Não existe um protocolo igual para todo mundo, nem mesmo a quantidade de toxina é a mesma para todo mundo.

Além disso, o ideal é que você mantenha os seus tratamentos com o mesmo médico dermatologista, porque ele conhece o seu rosto, conhece os pontos onde a toxina já foi aplicada e vai acompanhar a evolução do seu envelhecimento.

Por exemplo, com o envelhecimento e o aumento da flacidez da pele, não é indicado que se façam aplicações de toxina em grandes quantidades ou em muitos pontos, porque a pele não vai sustentar, a toxina vai pesar na pele e vamos ter um resultado indesejado.

É fundamental que você procure um médico especializado, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia para tratar da saúde e da beleza da sua pele.

Você sabe o que é harmonização facial e como ela é feita? Clique aqui e esclareça suas dúvidas. 

Outros usos para a toxina

A toxina botulínica, comercialmente conhecida como Botox, é utilizada para fins estéticos há mais de 15 anos no Brasil. Seu uso, inicialmente, era medicinal.

  • Ela possibilita a realização de vários tratamentos, muito além das rugas de expressão, como:
  • hiperidrose (suor excessivo nas axilas, pés, mãos);
  • dores na ATM (maxilar);
  • cefaléia tensional e enxaqueca crônica;
  • cervicalgia;
  • bexiga neurogênica, bexiga hiperativa;
  • hiper contratura da musculatura em casos de AVC.

Procure seu dermatologista para saber mais sobre a toxina botulínica e seus usos.

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *