Queloide: o que é e como tratar?

O que são queloides e como tratar?

Queloide: o que é e como tratar?

 

O que é queloide?

É uma cicatrização anormal de um tecido. Existe uma diferença entre queloide e cicatriz hipertrófica.

Os dois são cicatrizações anormais de tecido, só que o queloide dá dor, fica vermelho e causa um incômodo muito importante para o paciente.

A cicatriz hipertrófica também, mas ela regride com o tempo e o queloide não.

Esses tipos de cicatrização causam incômodo para o paciente, não só estético, mas funcional.

A população mundial é acometida por cicatrizes, sejam em decorrência a acidentes de carro, queimaduras, pós-cirurgias. Onde há corte, vai haver uma cicatriz. Todo mundo tem cicatriz no corpo.

Quem não gostaria que essa cicatrização fosse a melhor possível? Que ela não fosse anormal, mas sim fininha, quase imperceptível?

Aqui vão algumas dicas de como são formados o queloide e a cicatriz hipertrófica e algumas dicas de tratamento e, mais importante, como evitar esse tipo de cicatriz.

O queloide surge em regiões onde o trauma dá muita tração na pele, por exemplo, ombro, tronco, costas, orelha, geralmente em pessoas de pele negra e hispânica.

 

Se você tiver um trauma, como evitar esse queloide?

Não tem como evitar. Na verdade essa cicatrização tem que ser o mais limpa possível, a ferida tem que ser limpa, ter as bordas muito próximas umas das outras.

Se você teve um machucado ou se você tem acne, tem que tratar isso o mais precocemente possível para que não vire uma cicatrização anormal.

Se você precisa se submeter a um procedimento cirúrgico, procure o profissional mais habilitado para essas bordas da cicatriz não sofrerem muita tensão, para ela não abrir e não formar uma cicatrização anormal.

Essas são maneiras de evitar uma cicatrização anormal, mas uma vez que ela ocorre naturalmente, o que fazer para melhorar os queloides e a cicatriz hipertrófica?

 

Nós temos várias ferramentas para melhorar essa condição.

Em primeiro lugar: sempre aproximar essas bordas cirúrgicas, então são curativos que melhoram a condição.

Segundo lugar: hoje em dia, com a tecnologia, existem lasers que são usados imediatamente no pós-cirúrgico e que melhoram a cicatrização.

Esses lasers fazem com que as células da cicatrização se organizem de uma maneira que essa cicatriz fique o melhor possível, evitam que essa cicatrização seja exagerada.

Uma vez que a cicatrização ocorra, mesmo que exagerada, essa tecnologia nos ajuda a diminuir a espessura dessa cicatriz, tirar o vermelho, o branco.

Não tira totalmente, mas diminui. E não só o aspecto estético da cicatriz, mas melhora também a contratilidade. Quem tem cicatriz sabe que aquela região fica mais dura, difícil de mexer, principalmente cicatrizes em áreas como joelho, ombro, áreas flexoras do braço. São áreas em que precisamos daquele movimento, então são cicatrizes que precisam ser tratadas.

Hoje nós temos inúmeros pacientes que tratamos as cicatrizes não só pelo aspecto estético, por ser feia, vermelha ou branca, mas por ser disfuncional.

Então se você tem uma cicatriz que incomoda, venha procurar nossa equipe de dermatologistas para saber qual o melhor tratamento: laser, infiltração com remédios anti-inflamatórios, tratamentos locais ou simplesmente orientar você sobre qual o melhor curativo que você pode fazer para prevenir uma cicatrização anormal quando você for realizar um procedimento cirúrgico.

Blog

cicatrizcicatriz de acnecicatriz hipertróficacicatrizaçãocurativosferidaslasermachucadosqueloidetratamento para cicatrizes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *