Qual o melhor tratamento para a perda de gordura?


A perda de gordura é um dos grandes desejos de quem busca por procedimentos estéticos.

Os tratamentos também são indicados, inclusive, àquelas pessoas que se exercitam com frequência.

Não é para menos: o acúmulo de gordura pode se instalar em diversas áreas, como na barriga, nos culotes e, até mesmo, nos braços.

Infelizmente, eliminá-lo não é uma tarefa tão simples. Uma vez instalado no corpo, este excesso custa a ir embora, prejudicando assim, a estética, autoestima e, até mesmo, a saúde.

Para contornar a situação, é fundamental apostar em uma mudança de hábitos e, se possível, recorrer a ajuda de procedimentos especiais para essa finalidade, como a lipocavitação, criolipólise e outros. Quer saber quais são os melhores tratamentos para perder gordura? Acompanhe.

  1. Criolipólise para perda de gordura

Indiscutivelmente, a criolipólise é o tratamento mais famoso e recomendado pelos dermatologistas.

O procedimento utiliza um equipamento capaz de congelar as células de gordura (adipócitos), fazendo com que elas se desfaçam, morram e sejam expelidas naturalmente pelo organismo, através da corrente sanguínea. Atualmente é possível realizar a criolipólise em praticamente todos as áreas:

  • Papada
  • Dorso
  • Interno de Coxa
  • Braço
  • Gordura Axilar
  • Abdômen
  • Flancos

Já os resultados podem ser notados rapidamente, ainda na primeira sessão. Após cerca de três meses, é possível que o organismo já tenha eliminado até 25% da gordura localizada.

O número de sessões necessárias pode variar, de acordo com o quadro de cada paciente. Em geral, são recomendadas de uma a duas sessões para alcançar o visual desejado.

Lembrete: o método é contraindicado para gestantes e pessoas que tenham tumores ou nódulos no local a ser tratado. Tome cuidado!

  1. US Cavitacional

Tecnicamente chamada como ultracavitação, ou somente cavitação, a lipocavitação é uma técnica que utiliza o ultrassom para combater as células de gordura.
Essa técnica emite ondas de baixa frequência que formam cavitações, (ou seja, furos) na parte interna dos adipócitos, fazendo com que eles sejam destruídos, liberando toda a gordura da sua parte interna.

Posteriormente, esse componente se transforma em duas novas substâncias: o glicerol e os ácidos graxos livres. O primeiro é eliminado pelo organismo e o segundo, por sua vez, é convertido em energia para o corpo.

Apesar de ser um procedimento não cirúrgico, os seus resultados são realmente motivadores para quem pretende perder gordura localizada, reduzir algumas medidas e ter um corpo bem modelado.

Contudo, por ser um tratamento potente, a lipocavitação não é indicada para determinados indivíduos, como:

  • Diabéticos;
  • Gestantes;
  • Portadores de doenças cardíacas, no fígado ou nos rins;
  • Que apresentam colesterol elevado;
  • Que tenham diagnóstico de trombose.
  1. Radiofrequência para perda de gordura

Indicada para flacidez da pele, redução de rugas (estimulo de colágeno e elastina) e redução de celulite.

Atualmente existem equipamentos de Radiofrequência que trazem outras tecnologias associados para potencializar o efeito da radiofrequência.

Alguns exemplos são: o vácuo, que maximiza a penetração da energia na área tratada, aumenta a circulação local, estimula a drenagem linfática e contribui na redução de volume da célula de gordura.

Existem aparelhos que associam o ultrassom e outros que tem associado um sistema de ativação muscular, que estimula o músculo junto com a radiofrequência, que atua no colágeno.

A Radiofrequência pode ser aplicada em diversas regiões do corpo. Entre elas está: o abdômen, flancos, glúteos, braços e também pode ser usada para tratamentos faciais.

É contraindicado a aplicação, principalmente em portadores de marca passo, pessoas com tumores ativos ou recentes e gestantes.
As sessões duram em média 40 minutos e podendo ser feitas sessões semanais ou quinzenais.

  1. Ondas de Choque

São impulsos acústicos caracterizados por uma pressão positiva de elevada amplitude.

As ondas de choque agem diretamente no tecido da pele, estimulando o colágeno e elastina, além disso, há melhora na circulação sanguínea e do sistema linfático.

Este procedimento é ideal para a perda de gordura localizada, redução da aparência da celulite e modelação o corpo.

Já nas primeiras sessões é possível notar melhorias, mas para o tratamento completo é indicado entre 6 a 12 sessões, com intervalos de 48 horas.

O tratamento de ondas de choques é contraindicado em caso de:

  • Doença sem etiologia definida;
  • Gestantes;
  • Distúrbios de hemorragia;
  • Pacientes que estejam fazendo uso de anticoagulantes;
  • Diabetes ou qualquer alteração de sensibilidade;
  • Caixa torácica ou área cardiopulmonar;

Como vimos, o que não falta são opções para eliminar a temida gordurinha localizada e dar adeus às imperfeições do seu corpo!

Mas não se esqueça de realizar esses tratamentos somente com médicos especialistas no assunto — como o dermatologista. Isso fará com que você alcance um resultado ainda melhor e tenha mais segurança.

Gostou das nossas sugestões para perder gordura? Para continuar atualizada nas novidades sobre estética e beleza, curta a nossa página no Facebook e até a próxima! 

Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *