loading

O que é melasma e por que ele aparece?Posted by on


Você sabe o que é melasma? O problema, considerado um dos grandes vilões das mulheres, pode surgir em qualquer fase da vida, comprometendo a beleza e autoestima feminina.

Isso porque ter a pele sempre bela e saudável é um dos sonhos de muitas pessoas. E nem é preciso ser muito vaidosa para se incomodar com problemas faciais dermatológicos, como o melasma. Apesar de ser uma ocorrência comum, muitas pacientes ainda não sabem como tratá-lo de forma adequada.

Identificou-se com o cenário? Se sim, fique tranquila! Para solucionar todas as suas dúvidas, a seguir, vamos falar sobre o que é melasma: da sua formação aos cuidados básicos. Acompanhe.

Afinal, o que é melasma?

Antes de falar dos tratamentos para o problema, que tal entender de vez o que é melasma? Essa condição diz respeito ao surgimento de manchas hiperpigmentadas, em tons de marrom, podendo aparecer no rosto e, mais raramente, em outras partes do corpo, como é o caso dos braços e do colo.

Apesar de ser mais comum entre as mulheres, de 25 a 50 anos, o problema também pode atingir os homens. Por isso, toda atenção é válida!

Podemos dizer que há três tipos de melasmas distintos: o epidérmico, o dérmico e o misto.

  • Epidérmico: quando a hiperpigmentação se encontra na camada mais superficial da pele, a epiderme;
  • Dérmico: quando o acúmulo de melanina está localizado ao redor dos vasos profundos e superficiais;
  • Misto: quando há um excesso de pigmentação na epiderme, na derme e em outros locais.

Principais causas

Agora que você sabe o que é melasma, deve estar se perguntando “quais as causas desse problema”, certo? Infelizmente, não é determinado um único fator causador do melasma, porém, sabemos que esse problema está diretamente relacionado à exposição solar, ao calor e ao mormaço.

Há ainda, outros fatores que podem influenciar o surgimento das marcas, tais como o uso prolongado de anticoncepcionais, mudanças hormonais e a gravidez. Quando o efeito surge em gestantes, o melasma passa a ser chamado de cloasma gravídico.

Quais os tratamentos do melasma?

O tratamento para essa condição pode variar de acordo com o tipo do melasma. Para remover ou suavizar as manchas, a paciente pode optar, junto ao dermatologista responsável, pelas seguintes alternativas:

Cremes tópicos

Em certas situações, é indicado o uso de cremes clareadores, como os produtos à base de ácido glicólico, hidroquinona ou ácido retinoico. Essas substâncias são capazes de estabilizar e diminuir o problema a longo prazo, no entanto, para alcançar um resultado realmente satisfatório, o tratamento deverá ser contínuo.

Peeling

O peeling é um dos procedimentos mais poderosos para clarear a pele gradualmente e, em alguns casos, com mais rapidez e eficácia do que os cremes de uso tópico. De qualquer modo, é importante realizar esse tratamento somente com um médico dermatologista e preferir as opções de peeling mais superficiais e seguras.

Laser

Em último caso, você pode investir nas alternativas de tratamento a laser ou em outros métodos que utilizam energia luminosa para diminuir as imperfeições. Assim como no caso do peeling, o laser deve ser realizado somente com um profissional da área.

Fique atenta: caso o tratamento não seja aplicado de forma adequada ou se não fizer a correta fotoproteção, o aspecto das suas manchas pode se agravar.

Como se prevenir contra o melasma?

A primeira recomendação para fugir desse problema é utilizar filtro solar de, no mínimo, 30 FPS. Para intensificar ainda mais o efeito, a dica é preferir os produtos que contam com proteção UVA e UVB. Com esse cuidado, você evita o agravamento do melasma ou o surgimento de novas marcas em outras regiões do corpo.

Abaixo, listamos outras recomendações que, certamente, vão lhe ajudar a ter uma pele dos sonhos. Veja só:

  • Evite a exposição prolongada e excessiva ao sol, calor e mormaço;
  • Utilize água termal para manter a pele fresca com frequência;
  • Aposte no uso de chapéu e guarda-sol para se proteger do sol.

Viu, só? Com muita dedicação e seguindo algumas recomendações básicas, é possível ter uma pele bonita e saudável durante a vida inteira. Invista nessas dicas!

E agora que você já sabe o que é melasma, busque a ajuda profissional de um dermatologista  e agende uma consulta para ter um diagnóstico e indicação do melhor tratamento. Ficou com alguma dúvida? Escreva pra gente pelos comentários e até a próxima. 

Blog

manchasmelasmapele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *