As Manchas escuras são causadas ou agravadas pelo sol.

Podem ser dividas de acordo com a profundidade que se encontram na pele:

  1. superficiais
  2. médias ou
  3. profundas. Em todos os tipos, aconselhamos o uso de fotoprotetor diário 2 a 3 vezes ao dia.

O uso de hormônios (pílulas anticoncepcionais) ou gravidez deixam a pele mais sensível ao sol e com maior tendência em manchar.

De acordo com o tipo de mancha, o tratamento será feito no consultório com peelings, laser ou microdermoabrasão.

Luz Intensa Pulsada

Luz Pulsada com ponteira resfriada para maior conforto do paciente. Usada para remover manchas escuras. Frequência: de 3 a 4 semanas

Assista o vídeo: Luz Intensa Pulsada

Laser Elektra

Utilizado em lesões pigmentadas profundas. Aprovado este ano pelo FDA, o laser 1064nm Q Switched promete destruir e melhorar os pigmentos presentes no Melasma.

Laser Rubi

No modo Q-Switched permite tratamentos de lesões escuras localizadas. Frequência: de 3 a 4 semanas.

Laser Alexandrite 755nm

Possui sistema de resfriamento que protege a pele do dano térmico amenizando o desconforto local. Indicações: para lesões escuras e rejuvenescimento.

Peelings

Os peelings químicos são seguros e úteis para renovação celular da pele e melhora da textura, remoção de manchas ou simplesmente para ter uma pele com melhor textura e brilho. As substancias usadas são: ácido salicílico, jessner, ácido retinóico, entre outros. Recomendamos usar protetor solar diariamente e uso somente os cremes prescritos pelo dermatologista.

Frequência: Quinzenal ou mensal

Assista o vídeo: Peeling

ATENÇÃO

  • Os textos e fotos contidos neste site têm caráter meramente informativo e não substituem de modo algum uma consulta médica.
  • Os resultados podem variar de acordo com a resposta individual.
  • As opiniões aqui contidas podem divergir das de outros profissionais. As informações contidas neste site não podem ser usadas legalmente contra terceiros, como evidência de falhas ou enganos de outros profissionais.