Escleroterapia: conheça suas formas de realização.

Escleroterapia

Você sabe o que é Escleroterapia ? Nesse artigo explicaremos tudo sobre esse procedimento e quais as formas de realizá-lo!

A escleroterapia é um tratamento não cirúrgico usado para eliminar ou diminuir varizes e vasinhos na pele. Tal procedimento é feito a partir de aplicação ou injeção de uma substância esclerosante, que posteriormente pode fechar o vaso sanguíneo do local.

Existem três formas principais de se fazer o tratamento:

  1. Escleroterapia com laser;
  2. Escleroterapia com espuma;
  3. Escleroterapia com glicose.

 1.  Escleroterapia com laser

A escleroterapia com laser reduz os microvasos por meio da emissão de luz, aumentando a temperatura dentro do vaso sanguíneo. Além disso esse método é mais utilizado em vasos pequenos e médios que podem aparecer no rosto, principalmente no nariz e nas bochechas, no tronco ou nas pernas. Contudo esse é o tratamento mais caro entre os três tipos, porém, não é invasivo e o resultado já pode ser notado depois da primeira sessão.

Escleroterapia
Escleroterapia

Esse procedimento é mais indicado para quem tem medo de agulha, alergia à substância química que normalmente é utilizada nos outros procedimentos ou possuem uma região no corpo com muitos vasos pequenos. Mas, não é indicada para pessoas bronzeadas, mulatos e negros, pois pode provocar danos na pele, como o aparecimento de manchas.

A escleroterapia com laser é um procedimento rápido, que dura cerca de 20 a 30 minutos por sessão. Além Disso causa pouca dor em comparação aos outros procedimentos.

2.  Escleroterapia com espuma

A escleroterapia com espuma é feita através da injeção de um medicamento chamado polidocanol. Contudo ele é usado em forma de espuma nas varizes. Posteriormente essa espuma vai expandindo e ocupando o lugar do sangue, provocando o surgimento de uma cicatriz, ou seja, fazendo com que o sangue deixe de fluir, a veia seque e seja absorvida pelo organismo.

Para esse método não é preciso ser feitas internações ou aplicações de anestesia. Além disso nesse procedimento os riscos são baixos e as complicações são bem raras. Contudo a maioria das reações, como ardência, inchaço e vermelhidão, são reações locais e passageiras.

Ocasionalmente, podem surgir pequenas manchas ao redor da veia tratada ou novos vasos sanguíneos no local, além disso podem ocorrer reações alérgicas locais. E, em casos muito raros, podem acontecer complicações mais graves, como a trombose.

A escleroterapia com espuma é um procedimento indicado para varizes grandes,e as injeções são realizadas em mais de uma sessão, com o intervalo de cerca de 5 dias entre as aplicações. Já o número de sessões depende do caso e é definido pelo cirurgião vascular.

3.  Escleroterapia com glicose

A escleroterapia com glicose é feita a partir da aplicação de uma solução hipertônica de glicose a 50 ou 75% diretamente na variz, fazendo posteriormente com que ela desapareça totalmente. Esse tipo de escleroterapia não é indicado para diabéticos, pois altera os níveis glicêmicos. O recomendado, nesse caso, é fazer a escleroterapia com laser ou com espuma.

O procedimento é doloroso por causa das agulhadas, mas, como a glicose é natural, ela é absorvida mais facilmente pelo organismo, ou seja, diminuindo as chances de complicações ou alergias. Os únicos possíveis efeitos colaterais podem envolver hematomas no local da aplicação, manchas escuras na região, inchaço e formação de pequenas bolhas no local. Esses efeitos costumam passar depois de poucos dias, mas se persistir, o médico deverá ser consultado.

Cuidados antes e depois do tratamento

Em primeiro lugar, antes de passar pelo procedimento, alguns cuidados devem ser tomados. Por exemplo:Um dia antes do tratamento é importante que não depile e não passe cremes na área onde será feito a escleroterapia.

Posteriormente, após realizado o procedimento, o ideal é que não se faça exercícios físicos exaustivos durante 2 semanas. Além disso evitar a exposição solar por pelo menos 2 semanas. Não faça depilação por 24 horas e, certamente o mais importante de tudo, use uma meia de compressão pós-operatória por 2 ou 3 semanas.

Acima de tudo o uso da meia de compressão elástica é muito eficaz para evitar o aparecimento de novas varizes e manchas no local.

Contudo se você ainda tem dúvidas sobre as formas de realização do procedimento de escleroterapia. Sendo esse acima de tudo um procedimento voltado a secagem de vasos proporcionando aspecto liso a pele. Visite este outro post do blog que conta com um vídeo explicativo sobre como funciona a escleroterapia.


ATENÇÃO
Os textos e fotos contidos neste site têm caráter meramente informativo e não substituem de modo algum uma consulta médica.
Os resultados podem variar de acordo com a resposta individual.
As opiniões aqui contidas podem divergir das de outros profissionais. As informações contidas neste site não podem ser usadas legalmente contra terceiros, como evidência de falhas ou enganos de outros profissionais.

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *