Antioxidantes: o que são e em quais alimentos encontrá-los?


Antioxidantes são vitaminas, minerais e outras substâncias químicas que ajudam a proteger as células de substâncias nocivas ao metabolismo. Determinados antioxidantes protegem as células saudáveis de danos no DNA, mas mesmo sendo conhecidos pelos seus diversos benefícios, nem todos os efeitos gerados à saúde são totalmente conhecidos.

Comprovadamente, consumir alimentos que sejam ricos nessa substância é benéfico, porém alguns estudos revelam que não são todas as pessoas que respondem bem ao uso de suplementos à base de antioxidantes.

Mas, antes de falar o porquê é preciso entender o que é a oxidação, certo?

Trata-se de um processo químico natural do organismo, que resulta em moléculas instáveis chamadas de radicais livres. Quando se concentram em pequenas quantidades, esses radicais livres são úteis para a saúde, pois têm um papel importante nos processos normais das células.

Em contrapartida, ou seja, quando os radicais livres ão produzidos em grande quantidade, costumam prejudicar o funcionamento da célula, processo chamado de “estresse oxidativo”. Há uma forma de prevenir as células do corpo contra este processo oxidativo, que normalmente é por meio da ingestão de antioxidantes como a Vitamina C ou o Betacaroteno.

Antioxidantes x Pele

Alguns antioxidantes, como a Vitamina C, atuam como um protetor da destruição do colágeno pelos radicais livres, bem como estimulam a produção de novas fibras. O resultado é a prevenção de novos sinais do envelhecimento: como rugas, linhas de expressão e flacidez da pele.

Os antioxidantes também auxiliam no clareamento de manchas, normalmente, ocasionadas pela produção excessiva de melanina; protegem a pele contra a ação nociva da poluição; e potencializam a proteção contra os raios solares.

Embora o filtro solar seja o produto recomendado e indispensável para esta proteção, associado aos antioxidantes, ele defende com mais eficiência a pele dos danos causados pelo sol.

Como repor os antioxidantes?

A forma mais conhecida e eficaz é ter uma alimentação rica em antioxidantes, que além de melhorar a pele, protege o organismo contra doenças cardíacas, derrames, alguns tipos de câncer e doenças relacionadas ao envelhecimento. Desta forma, a melhor forma é consumir o máximo de antioxidantes possível.

Para ajudar na sua alimentação, abaixo separamos as principais fontes desta substância. Confira:

  1. Vitamina C

Como citamos, a Vitamina C é um dos principais tipos de antioxidantes que existem, podendo ser encontrada em muitos alimentos, especialmente frutas cítricas (limão, lima-da-pérsia e laranja, por exemplo), frutas vermelhas (morango e uvas vermelhas) e verduras. Esta vitamina auxilia o organismo a absorver melhor o ferro, e no processo de cura dos tecidos, estimulando a formação de colágeno.

  1. Carotenoides

Os carotenoides são compostos vegetais como o betacaroteno, luteína e licopeno, normalmente encontrados em algumas frutas e verduras que possuem a coloração amarela, vermelha e laranja, como: maracujá, manga, tomate, cenouras, batata-doce e damasco.

Quanto mais forte for a coloração, maior será a concentração deste componente que ajuda a fortalecer o sistema imunológico dentre outros benefícios. Betacarotenos de coloração laranja forte como os encontrados na cenoura, por exemplo, são transformados em Vitamina A.

  1. Selênio

O selênio é um mineral fundamental para a manutenção do funcionamento normal do sistema reprodutivo, sistema imunológico e do uso de iodo pela tireoide. As principais fontes de selênio são: carne vermelha, ovos, peixe, mariscos, gérmen de trigo e castanha-do-pará.

  1. Compostos Fenólicos

Caracterizado como um grande grupo de compostos químicos de plantas com propriedades antioxidantes, dentre os principais estão os flavonoides como a quercetina, encontrados na cebola, chá, vinho tinto e chocolate; a curcumina, presente na mostarda e açafrão; taninos, encontrados no chá verde e no chá vermelho; isoflavonas, presentes no leite de soja, tofu e missô e as lignanas, que podem ser achadas nas sementes de linhaça e outros grãos.

Suplementação funciona?

Muitos estudos clínicos indicam que não há comprovação de que a suplementação de antioxidante ou de uma combinação deles beneficie a saúde, evitando doenças. Desta forma, a melhor alternativa mesmo é contar com a natureza, já que ela fornece um pacote equilibrado de antioxidantes.

No caso dos cuidados com a pele, além dos alimentos ricos em nutrientes como a Vitamina A, C, E, Betacarbonetos, Ômega-3 e Selênio, é possível se beneficiar de produtos compostos por Vitamina C, E e Polifenois de pinheiro bravo. Mas, sempre é importante ressaltar que antes de incluir esses dermocosméticos na rotina de cuidados com a pele, é necessário ter a orientação de um dermatologista para indicar o melhor produto!

Referências:

An Update on the Health Effects of Tomato Lycopene’ in Annual Review of Food Science and Technology (2010)

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3850026/

Bioactive natural constituents from food sources-potential use in hypertension prevention and treatment

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23627503

Quais são os benefícios dos antioxidantes para a pele? Inclua essas substâncias na sua rotina de cuidados

https://www.dermaclub.com.br/noticia/quais-sao-os-beneficios-dos-antioxidantes-para-a-pele-inclua-essas-substancias-na-sua-rotina-de-cuidados_a5927/1

Os antioxidantes de que o seu corpo precisa – e o ‘mito’ dos suplementos

https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/03/160324_antioxidantes_duvidas_fn

15 alimentos antioxidantes

https://saude.abril.com.br/bem-estar/15-alimentos-antioxidantes/

 

 

 

Blog

#Antioxidantes#Carotenoides#Selênio#Vitamina C

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *