Alopecia areata: diagnóstico e tratamento

Conheça a alopecia areata

Alopecia areata: o que é e como tratar a doença?

 

Hoje vamos falar sobre a alopecia areata.

Setembro é o mês da chegada da primavera, mas vocês sabiam que também é o mês de conscientização dessa doença?

 

O que é?

A alopecia areata é uma doença autoimune que ataca os folículos pilosos, ou seja, o nosso sistema imunológico vai atacar os nossos pelos.

A doença é caracterizada, principalmente, pela perda de pelos, que pode ocorrer em qualquer região do corpo que tenha pelos, sendo bastante comum no couro cabeludo e na região da barba nos homens, porém existem casos que são mais graves e pode haver a perda total de todos os pelos do corpo, inclusive até dos cílios.

Pode ocorrer em qualquer idade, porém é mais comum em adultos jovens e crianças.

 

Características

As causas dessa doença não são totalmente conhecidas, apesar dos diversos estudos na área, mas a gente já sabe que cerca de 2% da população é acometida por essa doença.

A alopecia areata é caracterizada geralmente por uma perda bem repentina dos pelos, em geral em áreas que são bem delimitadas, formando algumas placas de pele lisa e costuma não ter sintomas associados.

Nas fases mais agudas podem ser observados sintomas como vermelhidão, um pouco de coceira também e a percepção de que a qualquer pequena tração de aqueles fiozinhos eles caem muito facilmente.

Em alguns casos os pacientes podem apresentar lesões nas unhas.

Tudo isso precisa de um diagnóstico correto, que é feito pelo dermatologista, porque existem várias formas de alopecia areata. Essa que eu falei a forma mais clássica, mas tem várias apresentações essa doença.

 

Diagnóstico e tratamento

O médico dermatologista é quem vai diferenciar esse tipo de alopécia de outras formas, para guiar corretamente o tratamento.

O diagnóstico de alopecia areata se baseia no quadro clínico do paciente, nos achados na dermatoscopia, que é realizada em consultório, e quando necessário a gente também pode lançar mão do exame histopatológico do couro cabeludo.

O prognóstico dessa doença é imprevisível. Alguns pacientes podem até melhorar espontaneamente, mas a gente sabe também que existem alguns fatores que estão associados a um pior prognóstico, como, por exemplo, o início precoce da doença ou quando ela vem associada com outras condições autoimunes ou até condições atópicas, como a dermatite atópica que é uma doença bastante comum na população pediátrica.

O dermatologista pode tratar essa doença com o uso de medicamentos tópicos, medicamentos injetados no couro cabeludo do paciente.

Alguns casos precisam de tratamento sistêmico, ou seja, via oral. Casos muito graves a gente precisa tratar com imunoterapia.

O tratamento é bastante amplo e complexo e necessita de um especialista para fazer uma avaliação e a indicação correta de tratamento para o paciente.

Se você se identificou com esse problema, acha que pode estar apresentando esse tipo de alopecia ou conhece alguém que está passando por uma situação parecida com essa, consulte o dermatologista.

O ideal é passar em consulta e avaliação para a gente fazer o exame físico correto, fazer o diagnóstico correto e iniciar o quanto antes o tratamento.

Com tratamento a gente vai tentar melhorar esse processo inflamatório e tentar resolver o quanto antes esse problema de alopecia, para que os resultados, ou seja, a repilação das áreas acometidas, seja efetivado.

Diante de um quadro suspeito de alopecia areata o ideal é procurar um dermatologista, para que seja feito o diagnóstico correto da doença e iniciado precocemente o seu tratamento.

Se você ainda tem dúvida sobre essa doença, se você está passando por algum quadro caracterizado por perda de fios de cabelos e pelos do corpo, ou se você imagina que tem alguém na sua família, algum amigo que também esteja passando por isso, estamos à disposição para esclarecer as suas dúvidas, mas o principal é que você procure um médico dermatologista para tratar essa condição corretamente.

Blog

alopeciaalopecia areatadoença autoimuneperda de cabeloqueda de cabelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *